Pesquisar este blog

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

RELACIONAMENTOS

Sobre relacionamentos
(por Fabian Tubino)

Em épocas passadas as pessoas casavam-se por obrigação ,muitas vezes a mulher era prometida previamente a alguém.
Neste período as mulheres raramente podiam escolher com quem iriam casar.
Com o tempo a sociedade mudou e as mulheres passaram a poder fazer sua escolha. Veio então a ideia de procurar sua alma gêmea ,vendeu-se o conto do príncipe encantado. E os homens também já não eram obrigados a casar em nome da honra.por exemplo quando desvirginavam uma mocinha.
Assim morreu a cultura do “Em nome da honra” e os homens puderam começar a ficar com quem quisessem e com quantas conseguissem, não importando nem se eram casadas, e as mulheres casadas já não corriam o mesmo perigo de antes ao traírem seus maridos.
Com isso caiu por terra a ideia da outra metade da laranja e as mulheres partiram para a ofensiva e passaram a fazer o mesmo.
Simultaneamente a tudo isso, houve uma mudança em relação a cultura religiosa com as pessoas deixando de sentirem-se culpadas ao fazerem sexo.
Usufruindo agora de uma liberdade sexual que foi um avança histórico, principalmente para as mulheres.
Com tantas mudanças em se tratando de relacionamentos as pessoas passaram a sentirem-se vazias, e assim sentem-se até os dias de hoje ,procurando algo que preencha seus vazios ,um sentido para tudo, um sentido para viver.
Muitos tentam preencher este vazio na procuro do outro ,porem ao não preenche-lo acabam culpando o outro pelo seu vazio ao invés de compreender que o vazio que há dentro de cada um só pode ser preenchido por sua própria mente, e ao invés de exiger algo do outro doar-se a ele, doar-se a vida e fazer do cotidiano ,do trabalho, da vida em família , da vida coletiva, o sentido para tudo , Pois o ser humano só sente-se inteiro quando exerce a coletividade.