Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Construção histórica dos princípios éticos politico do serviço social-por Fabian Tubino

Construção histórica dos princípios éticos politico do serviço social.
Foi construído no contexto histórico de transição dos anos 70 aos 80 num processo de redemocratização da sociedade brasileira, recusando o conservadorismo presente até então.
Em sua reconceituação tem como característica o reconhecimento da liberdade como valor central.
A liberdade é uma das mais valiosas características humanas, pois o cidadão que não é oprimido ,que é livre para amar, que pode participar da coletividade humana é um cidadão
Que se sentirá inteiro, participante, fazendo parte da sociedade e de sua historia.
E é em nome desta admirável característica que no serviço social nós os Assistente Sociais(insistente sociais)temos o compromisso
Com a autonomia, a emancipação, e a plena expansão dos indivíduos sociais, vinculando-os a um projeto societário que propõe a construção de uma nova ordem social, posicionando-nos politicamente a favo da equidade e da justiça social na perspectiva da universalização ,a ampliação e consolidação da cidadania .
Este projeto se reclama radicalmente democrático sem meio termos ,lutando pela socialização da participação politica e socialização da riqueza socialmente produzida ,tendo como norte seu código de ética. O que é extremamente necessário em um pais como o Brasil
Que vivenciou durante muitos anos a falta de liberdade imposta pela ditadura militar apoiada e bancada, pelos EUA e seus interesses escusos.
Período este em que nada se podia e que após sua queda se fez uma metamorfose convertendo em tudo se pode se você tiver dinheiro.
E é nessa contradição socioeconômica passando do conservadorismo para só pode quem tem e luta por direitos quem não tem, foi que se consolidou o serviço social brasileiro.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Teoria e pratica

Certo dia, um discípulo perguntou ao mestre:
Quanto tempo vou levar para me tornar um sábio?
O mestre respondeu :"Cerca de dez anos"
inconformado, o discípulo insistiu:
Mas eu vou estudar todos os dias e gastar cada minuto de meu tempo
lendo e pesquisando pergaminhos e escrituras.
O mestre disse "Bem, nesse caso você vai levar uns vinte anos"